WhatsApp Image 2020-08-26 at 16.39.22.jp

Caixa de nov/20

Queijo de cabra K-Braz

Brazópolis-MG

O chevrotin da K-BRAZ é um queijo semi maturado entre 20 e 40 dias. Tem casca lavada, cor branca, textura macia e sabor suave, além de uma boa derretibilidade. Na mesa, harmoniza com cervejas dos tipos lager, wit bier e american pale ale. E também com vinhos de corpo suave, brancos e rosés.


Este, assim como outros queijos de cabra, são produzidos na fazenda de Arthur Veloso, em Brazópolis, no sul de Minas. São 15 anos de queijos e 10 de caprinocultura. Os bichinhos, 
herbívoros, são alimentados com base em fórmulas de ração e capim produzidos na propriedade.

“Sempre fui entusiasta de queijos” conta Arthur. “Meu pai gostava muito, tinha literatura sobre isso. Vi um livro chamado “Os queijos na fazenda” e me apaixonei. Estudei a partir deste livro. Queijo de vaca era pouco valorizado, então por que não criar cabras em uma região montanhosa?”.

 

A aposta deu certo, claro, e o K-Braz é há um bom tempo referência na região. Como é o processo de fabricação: assim que o leite sai da ordenha, o leite cru pode ir pro tambor de preparação.
 

“Quando pauterizamos o queijo (esquentado até 65°) ele vai para os resfriadores.  Então, ele forma uma gelatina.. a partir dali é a mágica”.
“Quando o queijo é fresco vou observar se a massa está mole, media ou dura..se está mole vai ter validade mais curta, quanto mais dura, maior o tempo para consumo”
, conta o produtor.

ONDE COMPRAR

Os queijos do Arthur podem ser encontrados na região:

Feira Virtual Gonçalves (@feiravirtual.goncalves),

Raízes da Mantiqueira (raizesdamantiqueira), Arboreto, em São Bento do Sapucaí (@arboretocafeteria), Empório Florescer, em São Bento (@floresceremporionatural), Santo Empório do Pinhal, em Santo Antônio do Pinhal (@santoemporiodopinhal), e Empório Quinta do Rio, em Camanducaia (@quintadorioserradamantiqueira).

Tábuas da Quinta do Rio

Bom Jardim Camanducaia - MG

Raphael é um morador do Vale do Bom Jardim, área rural de Camanducaia (MG), que vem crescendo e despontando no turismo. Com estradas de terra e mata fechada em alguns trechos, Bom Jardim nem parece estar a poucos quilômetros de Monte Verde, distrito bem mais famoso da cidade.

 

Raphael van dan Hoek Comenale, nascido em Amsterdã, veio com a família para a região com apenas 5 anos. Assim como o pai, logo se apaixonou pelo clima serrano, água em abundância e muitas, muitas árvores.

 

“A Mantiqueira é o quintal da minha casa”, diz o marceneiro e artesão, que oferece seu trabalho há 5 anos pelo Quinta do Rio, agora concentrado em uma pequena loja, aberta recentemente, na beira da estrada. Lá, ele vende produtos próprios, como geleias, copa e panceta defumadas, e também de pequenos produtores da região: queijos, méis, doces, trutas, e também, claro, suas tábuas, como as que compõem a primeira caixa do Mantiqueirias.

A Mantiqueira dá para Raphael matéria-prima de diversas árvores: cipreste, eucalipto, candeia, e também de outras do clima frio (como o europeu): pinho bravo, araucária, cedro vermelho (este ideal para fazer gamela ou pilão), castanheira, carvalho e liquidambar. Para as tábuas, carvalho, castanheira, cedro, tília, populus, araucária, casuarina, criptoméria e nêspera são as mais adequadas. Depois de cortados os troncos, as peças são lixadas e recebem um acabamento natural. “Uso cera de abelha com resina natural”, explica o artesão.

ONDE COMPRAR

Todos os produtos podem ser adquiridos na própria loja (Quinta do Rio Empório – Estrada da Ponte Nova, Bom Jardim, Camanducaia) ou pelo Instagram @dutchman_woodworks.

Pão Sueco do Pro Nobis Pães

Paraisópolis - MG

A pandemia foi a desculpa (ou razão) que faltava para Mariana Roselli Kumin ganhar dinheiro botando a mão, literalmente, na massa. “Faço pão há mais de 20 anos, mas só agora comercialmente”, conta ela, que é bióloga e tem junto com o marido uma consultoria ambiental em Paraisópolis, no sul de Minas. O fato de as pessoas ficarem mais em casa nesse momento foi a deixa para Mariana começar a vender na região diferentes pães, massas (deliciosas) de pizzas e também o pão sueco. Antes, ela morava em Monte Verde e a panificação acontecia na pousada da família, portanto, só para os hóspedes. Agora, a estrutura ocupa parte da casa da família. 

 

O pão sueco que vem na caixa do Mantiqueirias leva fermento natural, farinha e água, Há duas versões: o branco com gergelim e o integral com chia (50% integral, 50%farinha branca). “Ele fica 24 horas fermentando, depois corto e asso”, explica.

É uma boa opção para os veganos, já que não tem qualquer ingrediente de origem animal. O ideal para mantê-lo fresquinho é em embalagem bem fechada, podendo, assim, ser consumido em até 60 dias.

 

ONDE COMPRAR

Mariana vende atualmente em Paraisópolis (@pro.nobis.paes), na Cafeteria Arboreto, em São Bento do Sapucaí (@arboretocafeteria) e na feira virtual de Gonçalves (@feiravirtual.goncalves).

Brownies do Sítio Vale das Araucárias 

Vale do Bom Jardim, Camanducaia - SP

“O clima agradável da Mantiqueira inspira qualquer pessoa a degustar doces deliciosos e artesanais”, acredita Rosirene Gisoldi, proprietária do Sítio Vale das Araucárias, localizado no Vale do Bom Jardim, em Camanducaia (MG).  São dela os brownies desta edição, produzidos desde 2017, logo depois de deixar a região do ABC, em São Paulo, para se instalar com a família na região serrana.

 

Assim que vimos nosso sítio nos apaixonamos.  Daí o que fazer para complementar nossa renda? Minha paixão pela produção artesanal desde a pintura, onde me especializei em pontilhismo e a confeitaria, foi possível aqui unir as duas coisas”, conta Rosi.

 

Ela começou mesmo com os brownies de cacau 50% com a crocância da castanha do Pará. Depois foi resgatando receitas da família, como o Strudel, e estudando sobre bolachas tradicionais e de especiarias.

A família também tem uma pequena produção de amoras Black Berry e morangos sem agrotóxicos, além de mel. Para quem estiver na região, a sítio é aberto para visitação, com a possibilidade de participar da colheita e cultivo de morangos.

 

ONDE COMPRAR

 Os produtos da Rosi, que incluem lindo artesanato com pedras e madeira, podem ser encontrados no Empório Quinta do Rio (@quintadorioserradamantiqueira), em Camanducaia, e no New Benditto Café, em Monte Verde, onde os cafés chegam acompanhados com a bolachinha de castanha do Pará.

Antepasto de shitake do Antepastos Koru

Cambuí - MG

Koru, na cultura Maori (povo indígena da Nova Zelândia), significa crescimento, força e paz. Foi este nome e símbolo que Mari Braga escolheu para seus antepastos, produzidos em sua casa em Cambuí, no sul de Minas. “Criei o negócio

em 2018, depois de começar a cultivar shimeji. Me profissionalizei, experimentei receitas e tenho hoje cinco diferentes produtos”, conta ela.

O carro-chefe são mesmo os antepastos com shimeji, o cogumelo rico em aminoácidos essenciais, nutritivo, mas com poucas calorias e que possui muitos benefícios à saúde. No Japão, é considerado o mais delicioso dos cogumelos.

“Usamos shimejis orgânicos e trabalhamos com azeites extravirgem português O restante dos produtos são todos aqui da região, pois buscamos valorizar nossos parceiros” explica Mari. Além dos antepastos com shimeji (Ervas Finas, Pimenta e Alho Poró), há também o de alho ao vinho e o de tomate confit. Todos com certificação vegana.

ONDE COMPRAR

Em Gonçalves, são encontrados no Bar do Marcelo (@bardomarcelogoncalvesmg) e no Armazém São Bento (@armazemsaobento). Em São Paulo, no Prático e Natural (@praticoenatural) e no Empório Santo Expedito (@emporiosantoexpedito). Também podem ser adquiridos pelo @koruantepastos.

Doce de leite do Do Pé ao Pote

Carmo de Minas - MG

A Fazenda Do Pé ao Pote é uma das primeiras propriedades do Brasil com o selo de certificação de produtor orgânico, registro 096 no IBD (Instituto Biodinâmico). Por isso, 95% da matéria prima dos produtos é extraída de lá.

Provando este doce de leite, saiba que o sabor e o aroma intensos se dão em razão de os animais serem criados e alimentados de forma natural, sendo tratados com medicamentos homeopáticos. A adição do caramelo de café dá um toque especial. De acordo com a empresa, “esta receita contém massa de banana verde orgânica que melhora a saúde da microbiota intestinal e imunidade, melhora o trânsito intestinal e o risco de câncer, previne o diabete tipo 2, ajuda na perda de peso e diminui os níveis de colesterol”

Inspirada em Dona Alice, que começou a fazer doces para sustentar a família de seis filhos há sete décadas, hoje são os netos que cuidam do negócio criado há oito anos. Mas sem nunca esquecer o sabor caseiro que tem que estar presente em todos os produtos.

ONDE COMPRAR

Os produtos do Do Pé ao Pote (@dopeaopote) podem ser comprados pelo site www.dopeaopote.com.br.

QUER ASSINAR?

MANTIQ

Receba 5 a 6 produtos

diferentes todo mês.

semestral - R$ 190/mês 

ou anual - R$ 185/mês 

com frete incluso.

CAIXA AVULSA

Receba uma única caixa MANTIQ, com 5 ou 6 produtos.

R$ 195 + frete R$ 25

  • Instagram
  • Facebook

CONVERSE COM A GENTE

contato@mantiqueirias.com.br

Whats (11) 9.4490.0126

Estrada dos Martins 403, Bairro Dona Luciana  37680.000 - Gonçalves - MG

Mantiqueirias Curadoria e Conteúdo  CNPJ. 17.230.768/0001-54

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon