Caixa de maio/22

Azeite Terra Sem Mal

Gonçalves (MG)

Caio Barbosa é um apaixonado por azeites. Vendo a qualidade dos azeites na Europa, quis na Mantiqueira ter os seus olivais e um produto tão bom. Plantando desde 2003, o Terra Sem Mal (referência ao paraíso mítico Guarani), em Gonçalves (MG) possui um frescor, com aroma da grama e das frutas daquelas terras. “Um bom azeite tem que ser consumido jovem”, avisa. Para evitar a oxidação, a garrafa da marca é de cerâmica, um charme a mais em um produto delicioso.

Caio Barbosa - Terra Sem Mal
Caio Barbosa - Terra Sem Mal

press to zoom
Azeite Terra Sem Mal
Azeite Terra Sem Mal

press to zoom
Caio Barbosa - Terra Sem Mal
Caio Barbosa - Terra Sem Mal

press to zoom
1/2

Cafezim di Minas

Carmo de Minas (MG)

Quem nasce em Carmo de Minas (MG), dizem os moradores, já nasce em um pé de café. É de lá, de uma família que tem cafezais há 70 anos, o engenheiro Daniel Carneiro. Ele vive em Itajubá, nem uma hora da sua cidade, e foi “picado” pelo negócio dos grãos, acredite, quando estava estudando na Irlanda:

 

“O país tem no chá uma cultura muito forte e percebi que poderia criar, aqui, uma marca para o nosso café, que sempre foi exportado para os Estados Unidos”,

conta.

 

O incrível é que ele decidiu o nome da marca lá – Cafezim di Carmo, e o identidade visual foi feita por um designer amigo lá também. Na volta, final de 2017, o negócio tomou corpo e agora divide o tempo do engenheiro, que faz mestrado na área ambiental. O café especial, de 84 pontos, está na caixa do Mantiqueirias de maio e vem da Fazenda Coqueiro, plantado a 1.300m de altitude.

Daniel Carneiro – Cafezim di Minas
Daniel Carneiro – Cafezim di Minas

press to zoom
Cafezim di Carmo
Cafezim di Carmo

press to zoom
Daniel Carneiro – Cafezim di Minas
Daniel Carneiro – Cafezim di Minas

press to zoom
1/2

Coalhada Seca Bem na Serra Gonçalves (MG)

Ele abandonou a publicidade, a cidade de Belo Horizonte e foi morar em Gonçalves (MG) faz três anos. O que era uma coisa caseira, fazer uma coalhada seca, virou negócio. Otávio Mendonça, que também faz cervejas deliciosas, transformou a receita que aprendeu com uma libanesa, há mais de 30 anos, em um produto disputado no empório da esposa. “O segredo da minha coalhada é que o iogurte seca em sacos de linho”, conta.

 

Ela combina muito bem com o Azeite Terra Sem Mal, que também está na caixa de maio do Mantiqueirias. Quem receber – e gostar – vai ter que ir até Gonçalves para comprar mais. Nem Instagram o ex-publicitário tem ainda. Nada de fazer propaganda, parece.

Otávio Mendonça – Bem na Serra
Otávio Mendonça – Bem na Serra

press to zoom
Coalhada seca Bem na Serra
Coalhada seca Bem na Serra

press to zoom
Otávio Mendonça – Bem na Serra
Otávio Mendonça – Bem na Serra

press to zoom
1/2

ONDE COMPRAR:

Na feira @organicos, aos sábados, em Gonçalves.

Geléia de amora com framboesa - Carol Amoras

Santo Antônio do Pinhal (SP)

O tempo de fogo, usando apenas a fruta, açúcar e limão, é o segredo das geleias da Carolina Morais, a Carol Amoras “Eu plantava amoras, mas não produzia nada”, conta. Com um excesso da fruta, começou a fazer as geleias que logo se tornaram um sucesso em Santo Antônio do Pinhal (SP), onde mora e vende nas feiras da região. “Minha geleia tem textura e é absolutamente natural, são meus diferenciais”, orgulha-se a produtora.

Carolina Morais - Carol Amoras
Carolina Morais - Carol Amoras

press to zoom
Geléia Amoras Carol
Geléia Amoras Carol

press to zoom
Carolina Morais - Carol Amoras
Carolina Morais - Carol Amoras

press to zoom
1/2

ONDE COMPRAR:

@carol.amoras.sap